O Livro dos Espíritos

A Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista tem, como uma de suas principais diretrizes, um absoluto respeito pela Lei do Esquecimento, ou seja, realizamos Regressões obedecendo a Lei do Esquecimento, conforme cita o “Livro dos Espíritos”, na questão 399 a respeito do “Esquecimento do passado”:

“Mergulhando na vida corpórea, perde o Espírito, momentaneamente, a lembrança de suas existências anteriores, como se um véu as cobrisse. Todavia, conserva algumas vezes vaga consciência e lhe podem ser reveladas. Esta revelação, porém, só os Espíritos superiores espontaneamente lhe fazem, com um fim útil, nunca para satisfazer a vã curiosidade.”

Segundo os Seres Espirituais que orientaram Allan Kardec na codificação do Espiritismo, a lembrança de existências anteriores podem ser reveladas mas com um critério, que somente os Espíritos superiores espontaneamente o façam, com um fim útil. Esse é o rígido e imutável critério adotado pela Escola de Psicoterapia Reencarnacionista, ensinado nos nossos Cursos de Formação, e utilizado, até onde podemos saber, por todos os psicoterapeutas reencarnacionistas formados e filiados à ABPR. A não observância desse critério é motivo de ação do Departamento de Ética da ABPR junto ao psicoterapeuta e pode incorrer em seu afastamento da Associação.